Olá 2015!

Caramba! Pisquei os olhos e já estamos na metade do mês de janeiro. Tanta coisa aconteceu! Fui para Nova York com a BFF, depois embarquei para Recife, conheci minha priminha, me reconciliei com a praia (sim, estávamos brigadas) e mudei a cor do meu cabelo. Voltei na terça, mas só liguei o computador ontem à noite. Agora, cá estamos.

Como é o primeiro post do ano, previsões são necessárias. Comecemos com as palavras do Horóscopo Chinês, que eu adoro. No dia 19 de fevereiro, inicia-se o ano do carneiro/bode/da cabra (sério, os três animais são corretos). Isso significa que a criatividade, harmonia e arte irão reinar. Especificamente para serpente, as promessas são as seguintes:

serpente2015
Diretamente do vidaeestilo.terra.com.br

Minha prioridade não é área do amor, mas não recusar um boy legal. Falando da saúde, meus planos estão todos em volta dela. No meio do ano (não sei a data certa ainda), farei uma cirurgia ortognática (no linguajar chulo, meu queixo será projetado para frente e eu ganharei espaço para respirar melhor). Por conta disso, não devo voltar à vida de professora no segundo semestre. Aliás, todo o meu foco será a recuperação.

Já que falei da vida de professora, entro agora no campo profissional. Achei muito interessante o meu horóscopo falar de mudança. Desde que entrei de férias, tenho pensado em dar uma nova chance à comunicação. Afinal, é nisso que me formei, não é? Apesar de adorar ser professora, a remuneração não é boa. OK, a do jornalista também não é. Porém, as perspectivas são melhores. Também seria interessante fazer uma pós-graduação e ampliar os horizontes. Porém, estou consciente de que qualquer movimento depende da cirurgia, então precisarei ser paciente.

Outras metas mais simples, mas não menos importantes:

– começar aulas de alemão;

– aprender a andar de bicicleta;

– continuar com o canal do youtube e os projetos do KPBRC;

– fazer mais trabalhos voluntários;

– fazer outra atividade além do Jazz e do Pilates;

– ler um livro a cada 15 dias que nem o Mark Zuckerbeg.

E quanto aos meus livros?

Bom, enviei “A Parede Branca do Meu Quarto” para a editora escolhida, lembra? Caso eu seja negada, começarei a correr atrás de outras, oras! Eu sei que alguma irá aceitar o meu livro uma hora dessas! Enquanto essa hora não chega, pretendo registrar logo a obra na biblioteca nacional (até porque algumas editoras só recebem os originais com o registro) E COMEÇAR UM NOVO PROJETO.

SIM, UM NOVO PROJETO. Já meio que escrevi a primeira página e sei bem a linha da história. Ainda faltam alguns detalhes, mas logo logo ele será apresentado aqui no blog!

O sonho de ser escritora não pode parar, não é?

PS: TEM MUITO 15 NESTE POST! HAHAHAH #louca